Operação conjunta detém sete suspeitos de assaltos e mortes em João Pessoa

Ação das Polícias Civil e Militar cumpriram 16 mandados no bairro de Mandacaru.

Seis pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido durante uma operação conjunta entre as Polícias Civil e Militar realizada nas primeiras desta sexta-feira (17) no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Civil, o inquérito da morte do segurança Fábio Alves de Lima, assassinado ao flagrar um assalto em frente a escola em que trabalhava, encabeçou as investigações e permitiu a descoberta da organização criminosa.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão. Cinco homens e uma mulher, além de um adolescente, foram detidos em flagrante. O delegado Aldrovilli Grisi, um dos responsáveis pela operação, explicou que a organização criminosa é suspeita de realizar assaltos no bairros da orla de João Pessoa e de cometer homicídios.

“Nesta investigação foram colhidas muitas provas materiais que vamos juntar com provas testemunhais para seguir com a investigação. Conseguimos identificar que esse grupo tem ligação com o crime que culminou com a morte do segurança Fábio em uma escola particular”, explicou.

As pessoas detidas nesta ação não participaram diretamente do latrocínio do segurança da escola no Bairro do Estados, na capital paraibana, mas integram a mesma organização criminosa dos suspeitos presos por participar do crime.

Operação realizada no bairro de Mandacaru resultou em seis prisões e uma apreensão (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco )Operação realizada no bairro de Mandacaru resultou em seis prisões e uma apreensão (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Os suspeitos presos em Mandacaru nesta sexta-feira (17), assim como o material recolhido pelos policiais, foram encaminhados para a Central de Polícia, no bairro do Geisel. Outros três suspeitos integrantes da quadrilha e suspeitos no caso da morte do segurança Fábio Alves foram presos desde o início das investigações, segundo a polícia.

Relembre o caso do segurança Fábio

Fábio Alves de Lima foi baleado no início da manhã do dia 1º de setembro quando reagiu ao flagrar um assalto em frente a escolaonde trabalhava como segurança. Fábio foi baleado na cabeça quando tentou frustar o assalto de um homem a uma mulher que deixava uma criança na escola, na Av. São Paulo, no Bairro dos Estados. Uma câmera localizada no lado oposto à escola captou toda a briga entre o vigilante e o assaltante.

O segurança chegou a ser socorrido pelo Samu e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ele passou por procedimentos médicos de emergência, cirurgias, mas não resistiu ao ferimento e morreu na tarde do dia 2 de setembro no hospital.

Por G1 PB

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply